R. Chico de Paula 224, Freguesia – 28/Mar/2017.

      Para promover a integração entre a Polícia Militar e a comunidade, em Abril de 2010 foi criado o Projeto MAIA – Mundo de Apoio a Infância e à Adolescência, na sede da Força Tática do 18º Batalhão da PM. Através do Jiu Jitsu o projeto propõe retirar crianças e adolescentes da ociosidade, dando novas oportunidades através da prática do esporte, trazendo responsabilidade, disciplina e obediência, formando assim verdadeiros cidadãos.

Auditório da prefeitura regional – 08/Abr/2017

      Cerca de 70 munícipes compareceram à audiência pública do Programa de Metas na prefeitura regional Freguesia/ Brasilândia, para apresentar propostas locais, que serão analisadas pela equipe da Secretária Municipal de Gestão nos próximos dois meses, visando a versão definitiva do Programa.  20 pessoas pediram a palavra e apresentaram propostas, em sua maioria lideranças comunitárias e conselheiros participativos.

CCSL – 16/Fev/2017.

      O CONSEG – Conselho Comunitário de Segurança da Freguesia do Ó, em parceria com a Distrital Noroeste da Associação Comercial de SP, convidou Roberto Godoi, prefeito regional de Freguesia/ Brasilândia, para conhecer a comunidade e apresentar as ações empreendidas no seu primeiro mês de gestão.  A apresentação de Godoi na Casa de Cultura Salvador Ligabue durou cerca de 30 minutos, através de slides projetados.  O atraso no início da reunião e a longa fala dos demais convidados não permitiram que os cidadãos fizessem perguntas ao prefeito regional.

Auditório da Prefeitura Regional – 02/Fev/2017

       Cada uma das 32 prefeituras regionais da cidade possui o seu CADES –  Conselho de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz.  O da Freguesia do Ó/ Brasilândia se reuniu no dia 02/02, com a presença do prefeito regional Roberto Godoi, que por lei exerce a função de presidente do Conselho.  Os conselheiros são eleitos diretamente pela população.

CCSL  – 19/Nov/2016

      O último Sarau do Ó de 2016 na Casa de Cultura Salvador Ligabue focou no trabalho de Monahyr Campos, que abriu o evento saudando o público e em seguida lendo sua crônica da semana: A Muralha – Em Tempos de Construção. Foi uma inovação na estrutura do sarau.

Rua Raimundo da Cunha Matos, Morro Grande – Outubro/2016.

     Na Zona Norte existe um cinema abandonado cheio de histórias. Ele fica no bairro da Vila Morro Grande e está desativado há pelo menos 40 anos. Se hoje o normal é termos salas de cinema em shoppings, em outros tempos eles ficavam quase todos em ruas, muitos em bairros afastados dos grandes centros.