Condomínio Itaguaçu – 27/Set/2015

      Duas preocupações unem as famílias do condomínio Itaguaçu da Cantareira: o meio ambiente e a segurança do local.  A realização do 4º Encontro em Defesa do Verde e do Meio Ambiente foi a oportunidade da comunidade também avançar na implantação do programa Vigilância Solidária, em parceria com a Polícia Militar. 

Entre um café da manhã animado e a caminhada ecológica pela área, foram colocadas placas do programa, com a presença do comandante  do 47º Batalhão, coronel PM Rosas, e do capitão PM Claiton, da 1º Cia., que faz a vigilância no entorno.

 

Alegria durante o evento.Alegria durante o evento. Luta pelo meio ambiente da região.Luta pelo meio ambiente da região.

OCORRÊNCIAS – “O programa Vigilância Solidária é uma parceria entre a comunidade e PM.  Nós informamos a polícia e ela faz o acompanhamento diário, nos dando o retorno de uma vigilância mais constante no condomínio”, relatou Paulo Cahim, morador e um dos coordenadores. “A reciprocidade da vigilância está sendo consolidada, porque o condomínio sofreu nos últimos meses quatro grandes ocorrências de roubo a mão armada, e com a consolidação do projeto a situação está melhorando”, afirmou Cahim.

PLANTIO – À parte a questão da segurança, a  alegria esteve em alta durante o 4º Encontro do Verde em Defesa do Meio Ambiente da Associação Parque Itaguaçu da Cantareira.  “Plantamos árvores cedidas pela subprefeitura da Casa Verde/ Cachoeirinha, são umas 30 mudas de árvores que a comunidade vai plantar, e hoje iniciamos o plantio em áreas públicas do condomínio, relatou Cahim.  O residencial tem o projeto Plante Uma Árvore por Dia.  “Isso acaba não aparecendo, é um ato solitário de alguns moradores, mas conseguimos fazer isso. Nossa lição de casa estamos fazendo, plantando uma árvore por dia, dando uma mostra da preocupação com o meio ambiente da cidade”, afirmou o coordenador.

Integração na entrada do condomínio.Integração na entrada do condomínio.

ZERA – O Itaguaçu faz divisa com o Parque Estadual da Cantareira, tratando-se assim de uma zona de amortecimento dessa área de preservação permanente.  Porém essa função de proteção está em risco, pois segundo os moradores a atual discussão do Zoneamento da cidade pretende transformar a área para uma “Zona Mista”, o que permitiria a construção de moradia popular. “Estamos pleiteando que a área seja uma ZERa - Zona Exclusivamente Residencial Ambiental. Esteve presente hoje o vereador Police Neto, que nos acompanha nessa luta, e que se comprometeu em levar uma emenda à Câmara, para que o Itaguaçu preserve o meio ambiente sendo uma ZERa.  Essa é a nossa luta organizada já há quatro anos”, relatou Paulo Cahim.  

UNIÃO – Sandra Fernandes mora há seis anos no Itaguaçu.  “A nossa comunidade é sensacional, somos bem unidos, apesar de algumas pessoas não terem comparecido hoje.  O nosso principal objetivo é a preservação da Cantareira e, de um tempo para cá, a implantação da Vigilância Solidária, o que fez melhorar muito o problema de segurança no condomínio”, relatou a moradora.

Caminhada em grupo.Caminhada em grupo. Plantio de mudas.Plantio de mudas.

Minudências:
@ O condomínio Itaguaçu da Cantareira se situa no final da av. Inajar de Souza, exatamente onde estão as obras do Rodoanel Norte.
@ Para se entrar o condomínio já é obrigatória a passagem sob as duas pistas do Rodoanel, que nesse trecho passa em viadutos ainda em obras.
@  Segundo Paulo Cahim a grande luta agora é buscar junto à DERSA e ao governo do Estado as compensações ambientais da obra do Rodoanel, através da implantação do Parque Itaguaçu – Bananal, que é uma promessa antiga da prefeitura.
@ Esse parque proposto tem mais de um milhão de m2, equivalente a um parque do Ibirapuera.
@ Também se objetiva a implantação do Parque Linear do Córrego do Bispo, removendo os moradores que vivem em situação degradante, em “palafitas” sobre o córrego poluído, no Jardim Peri, bem próximo à entrada do condomínio.
@ “São cinco anos de luta pelo Parque Linear do Córrego do Bispo, e corremos o risco dele não ser implantado. Falta vontade política. Esses dois parques são nossas duas grandes lutas”, afirmou Cahim.
@ Clique AQUI para ver como foi o 3º Encontro em Defesa do Verde do Itaguaçu, em 2014.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado